Negócios

Metodologia Canvas: o que é? Tudo sobre o método para negócios ágeis

9 de março de 2022

A metodologia canvas é uma ótima ferramenta para entender um modelo de negócios de uma maneira simples e estruturada.

O seu uso traz insights sobre os clientes, propostas de valor e os canais oferecidos, e como sua empresa ganha dinheiro.

Com frequência, mentes empreendedoras passam pela experiência de ter diversas ideias que não tomaram forma.

Aqui abordamos como o Business Model Canvas pode te ajudar nesse processo.

O que é a Metodologia Canvas

A Metodologia Canvas é uma ferramenta visual que empresários ou equipes podem utilizar para definir e comunicar rapidamente uma nova ideia ou modelo de negócios.

Trata-se de um documento estratégico de página única que contém nove “blocos de construção” diferentes e funciona através dos elementos fundamentais de um negócio ou produto, a fim de estruturar uma ideia de forma coerente.

Este processo foi criado por Alexander Osterwalder e publicado em seu livro de 2010, Business Model Generation.

Quer você esteja em um novo negócio ou em um já estabelecido, um modelo de negócios bem pensado é crucial para o sucesso.

Eles ajudam a desenvolver as empresas, atrair publicidade, recrutar talentos, alinhar objetivos e estabelecer metas.

Além disso, ajudam empresas a entender o seu contexto atual para tomada de decisões, seja com mudanças na estrutura do negócio ou expandir para novos cenários.

Nesse sentido, a Metodologia Canvas se conecta profundamente ao design de serviços.

Isso porque ela permite validar conceitos por trás de negócios novos ou já existentes, assim como entender a sua relação de valor.

Os Nove Blocos da Metodologia Canvas

Cada bloco do modelo foi criado para exercitar o pensamento criativo, incentivando o time a explorar alternativas diversas e propor soluções únicas.

Dessa forma, esta técnica também estimula as ideias e fomenta a criatividade para ultrapassar as propostas óbvias em que muitas empresas podem ficar presas.

1. Proposta de valor

Nesse bloco define-se qual é a oferta de valor do seu negócio para os clientes.

Isso inclui quais benefícios são entregues e o que leva as pessoas a se interessarem pelo seu produto ou serviço. É mais fácil responder isso ao se fazer certas perguntas, como por exemplo:

  • Que valor entregamos ao cliente?
  • Qual dos problemas de nossos clientes estamos ajudando a resolver?
  • Que pacotes de produtos e serviços estamos oferecendo a cada segmento de cliente?
  • Quais necessidades de nossos clientes estamos satisfazendo?

2. Segmentos de clientes

A segmentação é a prática de dividir uma base de clientes em grupos de indivíduos com semelhanças, tais como idade, sexo, interesses e hábitos de gastos.

Nessa etapa, defina os nichos de clientes, ou seja, que fatia do mercado você deseja atender.

Isto o ajudará a entender seu mercado a partir de uma perspectiva micro e macro.

Um ótimo ponto para começar a entender seu cliente é criar personas para cada um de seus Segmentos de Clientes.

3. Canais de Comunicação

Estes incluem os métodos utilizados para chegar a seus clientes, por qual caminho sua empresa o fará, como se comunica e como o consumidor pode interagir com seu negócio.

Ser capaz de alcançar seus clientes através dos canais de marketing é crucial para torná-los conscientes de seu produto e testar suas propostas de valor.

Alguns canais típicos são a pesquisa paga, anúncios de mídia social, SEO e relações públicas.

4. Relacionamento

Esse bloco aborda como sua empresa vai conquistar e manter um bom relacionamento com seus clientes.

É importante se dedicar a estratégias que serão um diferencial, de forma que os concorrentes não sejam escolhidos apenas por ter um preço mais baixo.

Por exemplo, estas perguntas podem ajudar no processo:

  • Como você desenvolve um relacionamento com o cliente?
  • Como o cliente irá interagir com você durante o ciclo de vendas e de vida do produto?
  • Qual é a jornada do cliente?
  • Quais são os elementos mais críticos da jornada do cliente?
  • Quanto você usa de automação e o que você torna pessoal?
  • Vocês utilizam o alcance e as ligações de saída?

5. Receitas

Este bloco descreve como seu negócio gera receita ao entregar sua proposta de valor.

  • Como seus clientes pagam?
  • Quanto cada fluxo de receita contribui para sua receita geral?
  • O que seus clientes estão dispostos ou não a pagar?

É importante ter em mente que vendas não são o único modelo de receita, opções como aluguel, assinatura e licenças são igualmente sustentáveis em certos contextos.

6. Recursos

Estes são os recursos que sua empresa utiliza para operar canais de distribuição, fornecer serviços, manter relacionamentos com clientes e construir fluxos de receita.

Nesse sentido, é importante listar não somente ativos físicos, tais como equipamentos, mas também recursos humanos, patentes e recursos intelectuais.

7. Atividades

Atividades são as coisas essenciais para a marca cumprir suas propostas e fazer o resto da empresa funcionar.

Por exemplo, para uma empresa orientada por produtos, isto envolverá o aprendizado sobre os usuários e técnicas para construir e testar novos protótipos.

Especialmente, esse bloco lista as atividades que são mais importantes para os canais de distribuição, relacionamentos com clientes e fluxos de receita.

8. Parcerias

Esse bloco enumera os parceiros e fornecedores que seu negócio alavanca para o sucesso.

Da mesma forma, ele inclui quaisquer motivações para as parcerias – ou seja, o que exatamente você ganha com elas.

Nesse momento, identifique toda terceirização a ser feita, tais como fornecedores e parceiros necessários como apoio para a realização de sua proposta

9. Estrutura de custos

A estrutura de custos identifica os custos primários que envolvem a operação de seu negócio e a prestação de serviços.

Dessa forma, ela apresenta a relação entre esses custos e outras funções comerciais, incluindo quais recursos ou atividades são os mais caros.

Este bloco lista todos os custos principais para os outros blocos também. Dessa forma você pode visualizar mudanças necessárias nas etapas anteriores.

Vantagens da Metodologia Canvas

Ao contrário de um plano de negócios tradicional, a Metodologia Canvas é um documento de uma página que aborda os elementos mais importantes para lançar sua empresa inicial e receber clientes pagantes.

Esta estrutura estabelece os elementos fundamentais que ajudam você a ganhar dinheiro enquanto entrega sua proposta de valor única.

Aqui estão 5 benefícios principais de usar o Canvas de Modelo de Negócio:

Foco 

Ela é projetada para orientar o pensamento através de cada um dos blocos de construção.

Dessa forma, ela permite que o negócio compreenda como cada aspecto se relaciona com os outros.

Além disso, essa metodologia faz com que você pense em seu negócio de uma forma mais sistemática e formal.

Acima de tudo, ela assegura que cada área seja efetivamente analisada para produzir uma imagem mais abrangente e considerada do negócio.

A BMC focaliza o negócio nos elementos estratégicos que mais importam e terão maior impacto na condução do crescimento.

Sua natureza visual ajuda na compreensão ao ser capaz de ver o quadro geral do negócio e assim detectar áreas de força e fraqueza, dependendo dos insumos.

Ela constrói o modelo de negócios de tal forma que o todo é composto e maior do que a soma das partes.

Velocidade e agilidade

O princípio-chave da Metodologia Canvas é concentrar-se na qualidade e não na quantidade.

Trata-se antes de determinar os pontos principais para cada bloco de construção.

A construção da BMC é simples e focada, portanto, rápida para começar, desenvolver e iterar.

Linguagem comum

A beleza da Metodologia Canvas é que ela cria uma referência e linguagem comum que pode ser usada para articular, compartilhar e obter feedback sobre cada modelo de negócio e suas partes constituintes.

Sua natureza intuitiva não requer decifração e, portanto, é fácil de interpretar e consumir.

Igualmente, ela fornece uma referência direta e transparente que pode ser usada internamente entre equipes, bem como externamente com consultores, investidores e parceiros.

Por isso, a BMC é um ótimo ponto de partida para descobrir, construir e desenvolver o(s) modelo(s) de negócios da organização.

Centrada na Proposta de Valor

No coração da Metodologia Canvas está a Proposta de Valor.

À esquerda, a BMC considera fatores relacionados ao seu produto e que estão sob seu controle; o lado direito diz respeito ao mercado, muitos aspectos do qual não estão diretamente sob seu controle.

No meio, no entanto, a proposta de valor é a que se encontra em ambas as dimensões.

É o pilar central em torno do qual todos os outros elementos giram; é o componente definidor dessa ferramenta.

Assim, ela é a razão pela qual o negócio existe; ele determina os comportamentos e atividades centrais do negócio, fornecendo a orientação para todos os aspectos.

Uma Proposta de Valor impactante, envolvente e ressonante é vital para o sucesso geral de qualquer modelo de negócio.

Conclusão

Em suma, os nove elementos-chave da Metodologia Canvas ajudam a documentar uma definição profunda, sucinta e clara de seu negócio.

Ao focar em aspectos além do desenvolvimento genérico, ela lhe dá a vantagem competitiva para lançar uma empresa lucrativa.

Dessa forma, o Canvas de Modelo de Negócios é poderoso porque permite às equipes ver como os blocos de construção estão inter-relacionados e como essas relações podem ser modificadas para aumentar a eficiência e a eficácia.

É um poderoso modelo visual que pode ser usado não apenas nas etapas iniciais de uma inicialização, mas indefinidamente.

Quer aprender mais sobre ferramentas de negócios que permitem aprimorar seus negócios e ideias?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro!

 Assine nossa newsletter 

Receba conteúdos sobre negócios, tecnologia e design

Não enviamos spam

×

Fale com a Astherix agora!

× Fale com a gente agora!